sAcRaLiZa">

quinta-feira, 8 de junho de 2017


MUTAÇÃO




Na efemeridade da minha existência, amo eternamente..
Na superficialidade que existe nos sentimentos, amo, com toda a minha alma, o que de você há em mim... cada partícula de sua essência, cada célula do seu corpo, com todas as forças que possuo.
Amo o melhor de mim que aflora quando estou em seus braços, o que me torno quando estou com você... volto a ser lua cheia, num céu repleto de estrelas.
Para você que desperta o melhor que sou e que coloca esse sorriso em meu rosto, esse brilho nos meus olhos... que me dá a certeza de que viver vale a pena e que o Amor é o que faz a vida ter sentido e o sol brilhar todas as manhãs... que me faz querer viver para lhe fazer feliz... que faz com que eu queira ser melhor, também, para lhe encantar, cultivar um jardim para enfeitar e perfumar seus caminhos.
É assim:
A tragédia fez - se Belo.
Essa é a mutação.



Erika Azevedo


SACRIFÍCIO


CONCEPÇÃO - Erika Azevedo.



Tela Pablo Picasso - Período Rosa.



A floresta,
A natureza,

A luz,
A tribo,

A terra,
A vida,
A luta,
A Força Superior,
A humanidade,
A paz,
A tempestade,
A sabedoria,
A consciência,
A essência,
A árvore.
A raiz,
A fonte,
A criacao,
A maternidade,
A morte.

Uma energia que sacraliza
O existir,
O universo,
O caminhar,
O esperar,,
O amor e o sofrer,
O desejo e o gozo,
O ventre,
O homem...
Mulher.

O feminino,
Masculino
Côncavo é masculino.
Complementariedade. ..
Somos Um.

segunda-feira, 30 de março de 2015


Você quer me provar que Deus não existe?
  Você quer me fazer acreditar que Ele não é Deus de impossíveis, 
que não realiza milagres, não abriu o mar vermelho, nem ressuscitou? Que a Bíblia não passa de um lindo romance escrito por um brilhante escritor?
O que você me dará?
          O que você me dirá quando as possibilidades de cura tiverem se esgotado e eu for desenganada pelos médicos?
Quando todas as tentativas de resolver meus problemas tiverem acabado?  
          O que você me dirá quando isso aqui ficar insuportável e o que me consolaria seria a certeza de que tem Alguém preparando uma Terra onde corre leite e mel, onde não haverá mais choro, nem morte, nem dor e que isso aqui não é tudo?
          Como me confortará quando eu perder quem eu amo,  e não tiver mais a certeza do reencontro, única que me faria sorrir novamente?


Não!
Não me venha tirar meu chão, se você não pode me
 dar asas para voar.

(Erika Azevedo)


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Seven Suzuki - 20 anos depois - Nada mudou.

Introdução.


Quando Deus (ou a Força Superior ou qualquer outro nome que usamos para denominá-lo) criou o mundo, o fez perfeito. Tudo era bom. E à Sua principal criação, o homem, confiou a missão de guardar e multiplicar o que havia criado. E o que temos feito?

Rios poluídos que não saciam nossa sede, cantos de pássaros abafados por barulhos ensurdecedores, florestas incendiadas pelo fogo da nossa ganância capitalista, céu azul obscurecido pelo cinza das fumaças. Animais perdidos por não ter para onde ir, morrendo de fome.  Nenhum animal destrói os recursos naturais que necessita para viver. Apenas nós, seres racionais.

O que fizemos conosco? Onde está nosso amor, caridade, altruísmo?  Somos capazes de cometer atos atrozes e desumanos.
Há pessoas morrendo no Nordeste brasileiro enquanto muitas trancadas em seus escritórios, preocupam-se com o preço do Dólar. Outros desperdiçam tempo e inteligência fabricando bombas que arrasam cidades, matando crianças inocentes.

Muitos morrem por falta de remédio ao passo que seus vizinhos imaginam um modo de aumentarem os preços dos mesmos e tornarem seus lucros maiores.
 E em que transformamos nossa alimentação?! Tantos e tantos venenos, estabilizantes, corantes, acidulantes, agrotóxicos, expostos em supermercados, produtos fabricados por insensatos que, dessa forma, diminuem suas próprias vidas e a de nossos filhos.

Nem mesmo o corpinho raquítico de um bebê, comove certos corações petrificados pelo egoísmo. Nada é capaz de sobrepor-se ao desejo de possuir. Saber que poderiam salvar vidas e evitar muitas dores, não interfere nas decisões inescrupulosas dos “manda-chuvas” que visam apenas o próprio bem- estar.

Deixamos que nos dissessem como têm que ser as medidas de nossos corpos e nos empenhamos numa corrida desenfreada para conquistá-las. Fizemos de nós mesmos objetos de um modismo imoral, em nome de uma falsa liberdade sexual e de um feminismo que nos afasta da essência do que somos.
Nossas relações? São alicerçadas no prazer.. Eternidade é o tempo que dura um beijo. Têm à profundidade de um prato de sopa. Não mergulhamos profundamente no outro, não estamos preocupados em fazer feliz.

Muitas das conseqüências desastrosas de nossas ações não poderão ser revertidas. Quase não se vê vestígios da criação original. Mas se não tomarmos uma atitude urgente, não tardará e seremos completa e drasticamente autodestruídos.
A Terra pede socorro. Daqui a muito pouco tempo não  haverá lugar para onde fugir.
(Erika Azevedo)




"A ECO-92, Rio-92,  Cúpula UO Cimeira da Terra são nomes pelos quais é mais conhecida a Conferência das Nações Unidas Sobre o Meio Ambiente EO Desenvolvimento (CNUMAD), realizada entre 3 e 14 de junho de 1992 no Rio de Janeiro. O Objetivo era buscar Meios de conciliar o Desenvolvimento Sócio-Econômico com a Conservação e Proteção dos Ecossistemas da Terra.


A ECO-92 frutificou a Elaboração dos seguintes Documentos Oficiais: A Carta da Terra; Três Convenções Biodiversidade, desertificação e Mudanças Climáticas; Uma declaração de Princípios Sobre Florestas; a Declaração do Rio Sobre Ambiente e Desenvolvimento e Agenda eA 21 (para base de that each país elabore Seu plano de Preservação do Meio Ambiente).


A Convenção da Biodiversidade foi o a Acordo Aprovado Durante a RIO-92, POR 156 Países e Uma Organização de Integração Econômica regional. FOI ratificada cabelo Congresso Nacional Brasileiro e Entrou em nenhuma de vigor definitiva de dezembro de 1993. Os Objetivos da convenção São a Conservação da Biodiversidade, o USO Sustentável de Componentes SEUS eA Divisão Equitativa e justa dos Benefícios gerados com a utilização de Recursos Genéticos. Neste Documento Destaca-se o "Protocolo de Biossegurança", that that permite Países Deixem de importar Produtos Que contenham Organismos geneticamente Modificados. Dos 175 Países signatários da Agenda 21, 168 confirmaram SUA posição de respeitar a Convenção Sobre Biodiversidade.".


É URGENTE QUE FAÇAMOS ALGUMA COISA. 
A TERRA GRITA POR SOCORRO.
QUANDO ENTENDEREMOS QUE O CAPITALISMO MATA O AMOR, IMPEDE A VIDA,
TORNA-NOS EGOÍSTAS.



Ah... esse tal de amor!




Tem alguém querendo caminhar de mãos dadas com você à beira de um riacho, 
lhe falar de sonhos, desvendar seus segredos como quem despetala flores, 
silenciar e ouvir as batidas do seu coração!

Tem alguém querendo ofertar-lhe rosas vermelhas, fazer você sorrir, 
cuidar de você, lhe ouvir falar de Deus, do mundo, de seus medos, de suas dores...
Tem alguém querendo realizar seus sonhos, retirar os espinhos e as pedras
de seus caminhos, iluminar seu destino com as luzes das estrelas...

Tem alguém, que se pudesse, até roubaria o brilho e o calor do sol, a beleza
das flores, a leveza de suas pétalas e das nuvens do céu,
 o frescor da brisa, 
a doçura de favos de mel, a tranqüilidade de uma criança dormindo, a própria paz, 
a beleza dos versos do maior porta do mundo, e toda a emoção que o amor provoca, 
para lhe dar em suas mãos... faria com queo mundo fosse melhor apenas 
para que você fosse mais feliz...

Tem alguém que com os olhos marejados, ora por sua felicidade, pela sua 
paz, pela realização dos seus sonhos... 
Tem alguém chorando de saudades do que ainda não viveu; que nos seus olhos quer 
achar o caminho sem volta, fechar todas as portas da realidade e viver o sonho 
de um amor eterno...

O Amor é presente divino. Tem alguém que lhe vê assim como o encontro com a felicidade,
com a doçura, com a ternura, com o próprio amor.
Tem alguém que quer chegar à eternidade para a qual Deus nos destinou, 
de mãos dadas com você... 

(Ternura - Erika Azevedo) 





domingo, 8 de fevereiro de 2015

Pertences -

Como queria que você me pertencesse 
Como o sol pertence ao céu, 
como o céu pertence ao mundo, 
como o mundo pertence a Deus! 
Como queria lhe pertencer 
como as águas pertencem aos rios, 
como os rios pertencem aos mares, 
como os mares pertencem ao homem, 
como o homem perde-se ao amar 
como eu te amo, 
para sempre!

Erika Azevedo

Podemos fechar os olhos e entrarmos num transe louco em consequência da cachaça ou mesmo de uma massagem tântrica, romper o que está "em torno de nós" e viajarmos um para o outro, numa conexão telepática; Já que "pobres de nós", covardes de nós, não ousamos arriscar o que quer que seja para que sejamos "mais felizes". (E. Azevedo)

Sem cansaço

Seu prazer é meu prazer
e tudo que podes fazer é apenas e simplesmente nada além de ser.
Nesse eterno momento,
Viver o fogo abrasador da paixão sem sonhos,
Seguir com o vento, a nenhuma direção.
E sentir tudo aquilo que tiver direito.
Assim, em nossas mãos, na terra firme, na água ou nas nuvens,
nosso fogo se expressará em palavras que gritem;
beijos ensandecidos, assumidamente assumidos
e que incendeiam o mundo transformando-o
num lugar melhor para se existir,
sem patrão, sem estado, sem religião.
Nossos olhos expressarão doçuras insondáveis,
nossas retas e curvas se posicionarão perante o inominável.
O mundo há de ser o lugar onde a pura excitação tenha lugar...
... com tudo e com todos nada ter a temer.
Nada de hora marcada.
Apenas a ternura de nossos olhos entre fitando-se
contraditoriamente em meio à madrugada.
Mas de repente, acordei.
(Romero Marcius Viegas Meireles)




sábado, 7 de fevereiro de 2015

NÓS DOIS SOMOS UM SÓ, PRESOS POR NOSSO AMOR COMO ELO ENFEITADO POR ROSAS DE TODA COR...

Nós dois somos um só, presos num céu de estrelas... 
ilusões, passageiras... mas que nos sustentam.
E ESSE AMOR ME FAZ MELHOR, ME TRANSFORMA. 
MAS EM QUÊ? 
Quem sou eu sem você? 
Um pedaço de lua, num céu sem estrelas.
Te amo e vou viver esse amor de forma escancarada no meio das ruas da sua vida,
proclamá-lo em cada esquina do seu corpo, enfeitar sua alma com as flores que colhi na minha e lhe encantar... na beira de um rio, sob estrelas e o luar...
Ser sua até adormecer exausta nos seus braços, 
até onde você permitir... 
(Erika Azevedo)




 Poeta, amigo que tive o prazer de conhecer pessoalmente.
Maior prazer ainda foi ter tido sua autorização para publicar suas belas poesias aqui nesse espaço que é meu, que é nosso. 
Um canto cheio de flores, de cores, de cheiros e sabores. 
Um lugar para sonhar com amores encantados, com um mundo utópico, com  hUManidade.
Obrigada Emerson, por tornar esse lugar mais bonito de se ver.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Reflexões.



Ontem conversando com meu sobrinho, questionei Shakespeare, pela maneira trágica com que finalizava suas obras. Mas sabe o que é? Eu gosto de finais felizes e espero por eles; não debruçada na janela, olhando as estradas ao longe. Mas percorrendo o caminho, na luta de cada dia.
Aí a gente presencia milagres, "deusdências" inacreditáveis, dá valor a cada vitória que conquistamos, temos encontros que ficam para sempre mesmo quando as pessoas se vão... eternizamos segundos. Pois a tal felicidade não é um estado permanente, são momentos que fazem tudo ter sentido e valer a pena.



O Amor faz valer a pena e tudo ter sentido. 

Digo muito "eu te amo", por que amo muito mesmo.
(Erika Azevedo)

*Deusdência: A ação inesperada de Deus nas nossas vidas.



SACRALIZE-SE. 
FAÇA MAIS DO QUE O POSSÍVEL. 
SEJA MAIS DO QUE ESPERAM DE VOCÊ. 
SURPREENDA. NÃO DECEPCIONE. 
A REGRA É "FAÇA AOS OUTROS O QUE GOSTARIA QUE FIZESSEM A VOCÊ.".
AME, AME, AME MUITO. 
NO FIM VOCÊ VAI DESCOBRIR QUE ESSE É O SENTIDO
DE ESTARMOS AQUI.

A GENTE COMPLICA MUITO.
(ErIka Azevedo)

domingo, 18 de janeiro de 2015

Plenitude.


Encontrar-me com o vento sobre uma montanha
Senti-lo misturar-se ao meu ser...
Fechar meus olhos e senti-lo percorrer minhas veias
Penetrar em cada célula...
Abrir meus braços para o espaço vazio,
sentir-me leve vagando no vácuo.
Encontrar-me com meus sonhos no mais profundo de mim...
Abraçar quem sou no intimo de minha alma...
Tocar meus desejos... minha escuridão...
E voltar ao inicio onde apenas Deus existia...
Muito antes do ventre...
Onde não havia meu desejo de existir...
Nem leis para cumprir...
Nem sonhos a realizar...
Nem vazios para encher...
Nem medos a superar...
Sem conceitos, nada a esconder...
Nem amores para conquistar.
Derramar-me nos braços de Deus
Deixar que meus relativos dissipem
no Amor Absoluto...
e encontrar-me nesse Tudo que é tudo
e que me bastava... no tempo em que me bastava...
onde tudo que eu sabia
é que Ele existe e que me ama,
Perder-me no inicio de tudo...
nesse Tudo e não querer
mais nada do que ficar assim...
no êxtase de descobrir 
que sou amada com Amor Absoluto
muito além do início de tudo.
(Erika Azevedo)



sábado, 17 de janeiro de 2015

Voltando a ativa depois de "hibernar-me" em minhas emoções e sentimentos. Sentindo muito ainda sentir tanto assim. Amo reticências... Eu quero muitas coisas!


Aqui é o meu lugar, meu paraíso secreto, para onde eu fujo quando quero me encontrar.
O que desejo pode muito bem parecer um tanto utópico.
Mas minha frase preferida é a escrita pelo Romero Marcius:

"Não podemos desistir da utopia.".

Quem irá me provar que ela não é possível, que o paraíso com o qual tanto sonho, não existe?

Voa.


        É. Erich From escreveu que amar é uma arte a ser urgentemente aprendida. Precisamos é passar uma esponja e apagar tudo que até aqui aprendemos sobre o Amar e ser Amado, tomar consciência da necessidade que temos de esvaziar nossa “bagagem” de mitos de amores românticos. Lavagem cerebral? Não. Coragem para ser livre e libertar, para cada um tomar posse de sua vida e da responsabilidade pela própria felicidade e pelo amadurecimento. Relações são construídas e a minha disposição em mantê-las, não obriga a escolha do outro. Achamos que por amar, a pessoa amada nos deve algo, amor eterno, exclusividade. Achamos que temos o direito de exigir todos os nossos sonhos realizados. Aprendi que a individualidade (não confundir com egoísmo) tem que prevalecer em qualquer relacionamento. Hoje, tento lutar pelo que eu quero em tudo na minha vida, profissional, sentimental, espiritual. Ninguém tem obrigação de fazer isso por mim. 
                                                   
(Erika Azevedo)